sábado, 12 de maio de 2007

Você sabe o que é xote?






por Jessamy Kisberi


Com certeza você já deve ter ouvido falar de Elba Ramalho, Fagner e o maravilhoso Luiz Gonzaga. Estes são nomes mais conhecidos do xote. Diz-se por aí que o xote originou-se de uma dança escocesa chamada Schottisch, uma dança típica do século XIX, que caiu em solo tupiniquim e foi adaptada pelos escravos, gerando assim o nosso familiar FORRÓ.

Outra teoria é que xote é uma dança de procedência alemã, e que seu nome original é Schottisch, que em alemão significa escocês, segundo Grove’s Dictionary of music and Musicians, 1955.

Obviamente é sempre maravilhoso sabermos as origens de coisas que fazem parte do nosso país, do nosso mundo. Mas nesse caso, há muitas teorias, muitas dúvidas e nenhuma certeza. Por enquanto vamos aprender a identificar um xote.
O xote é uma dança sensual, que exige que o corpo fique sempre colado e os pés quase fixados ao chão, apenas deslizando-os no famoso dois pra lá, dois pra cá. Nos bailes o ritmo é freneticamente acelerado, porém nas festas juninas, o compasso é bem mais lento e marcado.

Ele lembra o FORRÓ, mas na realidade é só uma das modalidades deste. Podemos encontrar os mais variados bailes de xote no norte, onde a maioria de sua população dança alegremente as canções. Geralmente as mulheres usam vestidos ou saias longas e rodadas até os tornozelos ou até os joelhos e o homem usa calças normais, mas com o diferencial da camisa exageradamente colorida, estampada.

Nós aqui do sudeste, ao menos a grande maioria, se ver alguém dançando o xote achamos interessante, mas nada mais que isso. O povo ainda não sabe apreciar a cultura de seu próprio país. Nó fazemos de São Paulo um país, um mundo particular em que a cultura nordestina é exonerada com vigor. Somos mestiços, somos providos de povos em nosso sangue, e nada podemos a fazer contra isso, a não ser APROVEITAR. Porque somos um povo lindo e único. A dança, os contos, a MÚSICA...
A MÚSICA! Quanta beleza! Nos faz ser melhores!

Ouça, estude, passe a conhecer, mesmo que não goste do estilo! Serei sincera: meu som é o famoso Rock’n roll. Mas e daí? Quero conhecer mais estilos. Faça o mesmo. Faz bem e te anima!

Um bjinho...e enjoy!

Algumas músicas interessantes para serem ouvidas:
Nazaré Pereira - Xapuri
Roberto Serrão - Saudade de Belém
Sabino do Acordeon - Sanfoneiro toque xote

Você pode encontrar essas músicas no site:
http://www.bregapop.com/xote/ e informações extras no http://www.rosanevolpatto.trd.br/dancaxote.htm

Um comentário:

prof Marcelo disse...

bom texto sobre um assunto muito interessante e que tem a nossa cara.